quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Sketches III


Poeta
(...) O poeta é um fingidor./Finge tão completamente/Que chega a fingir que é dor/A dor que deveras sente (...). Fernando Pessoa...naturalmente.
Obama
Fazendo curta uma história longa, estamos todos prontos para comemorar a vitória de Obama, no dia 4 de Novembro. Os cabo-verdianos, com cidadania americana, aprendem a não derramar seus votos. Obama é "crioulo", ora.
Blogsfera cabo-verdiana
Mas essa identidade existe? Quanto a mim, somos cabo-verdianos na Blogsfera. Uns e outros, todos com o seu idioleto. Por favor, não se faça nenhum "congresso constitutivo". Tal seria, no mínimo, broxante...
Meia-lua inteira
É quando alguém nos complementa. Obviamente que ninguém nos completa. Somos, matricialmente, fragmentados. Por isso, com todos os riscos, saímos do Paraíso. Filósofos que somos, que nem Ulisses (o da Mitologia, diga-se), as ilhas, ainda que dos amores, são uma espécie de cárcere. Meia-lua que faz sorrir as nossas noites...
Eterna idade
É uma espécie de varanda, com montes à frente e árvores demoradas, a jusante. Creio ter escrito um grande disparate. Tangencial ao pensamento, o tempo que nos é inexorável. Tento escrever versos, mas (a sério) hoje não estou inspirado...

1 comentário:

João Branco disse...

Sim Filinto. Somos cabo-verdianos na Blogosfera. Assim como somos escritores na Literatura, compositores na Música, professores na Educação, poetas na Poesia. E...?